quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Ausência Necessária

Se alguém perguntar por mim, diga que eu fui por ai, levando um violão debaixo de meu coração.
Fui sentir o vento, gritar no alto, viver os momentos
Meu sentimento ficou no caminho, abri as portas e fui sem rumo.

Parei o relógio, me desfiz de mim mesmo, fiz a minha própria história
Peguei a estrada, conquistei minha própria morada
Às vezes fiquei feliz, outras nem tanto
Mas percorri caminhos, que ninguém acreditaria, se eu contasse.

Constitui amores, fui alvo também de rumores
Desapeguei-me de tudo.
Mas quando me deitei em berço
Senti tanta falta da loucura que percorria em mim

3 comentários:

corestorm disse...

aooooo vitão ventania!!!

LADY DARK ANGEL disse...

AAAAAA SEI LA MINHA CARA
FOI VOCÊ Q ESCREVEU?
POSSO ROUBAAR PRA MIM?

Avassaladoras Rio disse...

Querido amigo avassalador... Hoje em dia nem dá mais pra sair por ai com violão debaixo do braço pois vão roubar seu violão! Será demitido por abandono de emprego .... jubilado da escola por faltas...e tantas outras coisas que te aprisionam...

Postar um comentário